Autismo- Parte 6- Final

Fato número 6: a qualidade e durabilidade de um relação dependem muito de como os parceiros se comunicam e lidam com eventos na relação. Interações conflituosas são especialmente poderosas já que eventos negativos na relação afetam mais o bem-estar da relação do que eventos positivos. Existem 4 padrões de comportamentos que são fortes preditores das chances de um casal se separar, sendo eles criticar a personalidade do parceiro, reagir de forma defensiva à críticas do parceiro, transmitir a ideia de que o seu parceiro é inferior a você em algum quesito e se recusar a se envolver com as preocupações do parceiro.

Fato número 7: o que é buscado em uma relação depende da cultura e do momento histórico no qual você vive. Os norte-americanos, por exemplo, esperavam que seus relacionamentos pudessem os ajudar a satisfazer diferentes necessidades em diferentes épocas. Por volta de 1800, a prioridade era suprir as necessidades de segurança e alimentação; por volta de 1900, as necessidades sexuais e de intimidade; e por volta de 2000, as necessidades de autoconhecimento e autoexpressão. Relacionamentos românticos são uma parte muito importante da vida de muitas pessoas. As pesquisas científicas sobre relacionamentos têm relevado que existem alguns padrões na maneira como relações se formam, se desenvolvem e terminam. Esse conhecimento pode te ajudar a refletir sobre suas relações, sobre que tipo de parceiro você tem sido e com que tipo de parceiro você tem se relacionado. A vida é curta, então valorize relações saudáveis e que contribuam para a sua felicidade.

Obrigado a todos que leram!

Psicologa em Curitiba